• Ft. Soraia Coelho

Será o Crossfit seguro no pós-parto?


O crescimento da cultura do Crossfit causou um grande alvoroço entre os profissionais da área da saúde da mulher. E com toda a razão! Deixa-nos sempre a pensar, como as mulheres podem racionalizar a perda de urina durante os exercícios, e continuarem a achar que é normal. Perda de urina não é normal. Seja uma gota ou completa.

Vejam este vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=UKzq1upNIgU

Mas então porque o Crossfit é mau para mulheres no pós-parto?

Como sabem, no Crossfit não existem máquinas. E, na verdade, nós profissionais preferimos isso. Nenhuma máquina de ginástica realiza o movimento natural e impressionante dos nossos corpos. O Crossfit define-se como "um regime de movimentos funcionais constantemente variados e realizados em alta intensidade". De uma forma básica os exercícios de Crossfit são fundamentados em: agachamento, pendurar, balançar ou puxar o nosso próprio peso corporal, salto, elevação e escalada.

Mas, de seguida chegámos à intensidade, a pura indução de lágrimas, perda urinaria induzida pela alta intensidade dos exercícios. No treino são instruídas para apenas "saltar em linha recta". Nunca falando nas diferentes nuances de exercícios para as diferentes fases da vida da mulher. Em toda a pesquisa que realizei, apenas encontrei uma referencia direccionada directamente para iniciantes ou novas mães, sugerindo que realize apenas as 3 voltas de 12 “Cotovelos para joelhos” em vez de 5.

Na verdade, estes exercícios podem ser bons exercícios... Mas apenas se o seu core está forte, alinhado e 100% funcional!

Porque, de seguida, o seu core terá de suportar a extrema pressão exercida dentro de sua cavidade abdominal e pélvica cada vez que realiza um Pull Up, DoubleUnder (saltar á corda, realmente rápido), ou Crunch.

O seu core e músculos do períneo farão o seu trabalho e todo o seu corpo, bem como os seus abdominais irão ficar tonificados e definidos e OBVIAMENTE você não vai ter perdas de urina.

Mas aqui está o problema. No pós-parto existe uma possibilidade muito distinta que seu core e períneo se encontram disfuncionais.

Isto significa que, quando realizar um Pull Up, Double-under, ou Crunch acontece que:

1. O seu abdominal vai alongar para fora, aumentando e possivelmente piorando uma diástase abdominal. Poderá esforçar tanto que poderá desenvolver uma hérnia. Na melhor das hipóteses, os seus músculos abdominais irão desenvolver uma barriga firme, mas saliente ou com protrusão, em vez de lisa.

2. O seu períneo será colocado sob imensa tensão e os músculos estarão mais enfraquecidos. Estes podem ser inteiramente ineficazes, ou podem ser hipertônicos, mas de qualquer forma, eles estão fracos e podem não segurar o que estão supostos a segurar. Então você vai molhar-se. Ou pior. Eles podem estar sob tanta pressão que poderá criar ou piorar um prolapso dos órgãos pélvicos.

Quando traz o factor bastante pertinente de um corpo que deu recentemente à luz um bebê, a ideia de embarcar nesses exercícios intensivos é absurda, perigosa, ou possivelmente ambas.

Não se pode fortalecer um abdominal não funcional, realizando exercícios com mais intensidade e repetições. Só vai torná-los mais fracos e ainda menos funcionais.

Terá de dar um passo atrás e construir as fundações primeiro.

Assim, se é uma mamã recente, que quer voltar á sua forma física de pré gravidez e ganhar mais força, será o Crossfit uma escolha tão má assim?

Se o seu core já não é funcional e é incapaz de suportar a pressão intra-abdominal com total integridade, sim, eu acredito que é. Se você não progride muito, muito gradualmente através de um programa de recuperação do core em primeiro lugar e, em seguida, aplicar tudo o que você aprendeu conscientemente e com total conexão cada vez que você treino, então sim, eu acredito que é.

Na minha opinião, o Crossfit não é um treino adequado para o pós-parto..

O core de uma mulher precisa de reconexão, ajuste e fortalecimento antes mesmo de ser considerado. Eu também acredito que há uma falta lamentável de preparação da estabilidade do core, instrução ou mesmo discussão, e poucas considerações no treino de pós-parto.

Na verdade, eu não tenho certeza que o Crossfit pretenda ser um programa de recuperação pós-parto adequado. Na verdade, afirma que os exercícios são "extremamente exigentes e irá testar as capacidades de até mesmo os melhores atletas do mundo”.

Então, talvez este seja um caso para assumir alguma responsabilidade pessoal pelas nossas escolhas e decisões informadas.

Por favor, mães... Não existe nenhuma medalha de honra anexada ao molhar-se enquanto treina. Um abdômen protruso ou um períneo fraco é um sinal de fraqueza extrema do core, não força.

Ft. Soraia Coelho

#TreinoFisíco #Períneo #Pósparto

0 visualização

Email:

pelvic.care.ft@gmail.com

Lisboa, Portugal

Soraia Coelho

Tlm: 966106708

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

© 2017 por Soraia Coelho. Todos os direitos reservados.

Fotografias pessoais por Bless